Publicidade
Sindicato Rural de Mineiros

O SONHO DO AGRONEGÓCIO BROTA DO SOLO FÉRTIL DE MINEIROS

A luta por um ideal. A vontade conjunta de fazer o melhor para o agronegócio de Mineiros. Graças à vontade de bravos homens e sua garra para fazer dar certo, o Sindicato Rural de Mineiros nasceu há 47 anos, em 29 de novembro de 1967.

O Sindicato Rural de Mineiros surgiu através da antiga Associação Rural de Mineiros, fundada em 29 de junho de 1963 na presença de 256 agropecuaristas do nosso município e regiões adjacentes. O primeiro diretor da antiga Associação Rural de Mineiros foi o senhor Roldão Ernesto de Resende que ficou nesse cargo até janeiro de 1964, quando foi eleita e empossada a nova diretoria presidida pelo senhor José de Carvalho Vilela, o Dr. Zeca.

Já no ano de 1967, aconteceu a primeira assembleia para a transformação da Associação Rural de Mineiros em Sindicato Rural. O senhor Ezequiel Fernandes Dantas ministrou uma palestra mostrando as vantagens da criação de um Sindicato Rural para o município, convencendo assim o presidente da Associação Rural de O sonho do agronegócio brota do solo fértil de Mineiros Mineiros, o senhor José de Carvalho Vilela, a marcar uma nova reunião. Na assembleia do dia 29 de novembro de 1967 foi esclarecido aos presentes o “Decreto Lei Nº148/6 de fevereiro de 1967”, que fala sobre as Instituições Sindicais e posto em votação a proposta de transformação da Associação Rural de Mineiros para Sindicato Rural de Mineiros. Vendo a gigantesca vantagem, os 156 associados aprovaram por unanimidade e autorizaram os diretores a requerer as funções de Sindicato Rural de Mineiros, bem como a filiação da instituição a Federação da Agricultura do Estado de Goiás mantendo a mesma diretoria até a data da primeira eleição do Sindicato Rural de Mineiros que aconteceu em outubro de 1970.

Um dos pontos importantes da trajetória do Sindicato Rural de Mineiros foi na década de 60, quando a Prefeitura Municipal cedeu a área para a construção do antigo Parque de Exposições, posteriormente, transferido para o local atual.

Na presidência do Dr. José de Rezende (1983 a 1985) o Sindicato Rural adquiriu sua sede própria, localizada na Segunda Avenida, nº 91 no Centro de Mineiros. Motivo de muito orgulho para o Sindicato Rural e seus associados, a sede passou por várias ampliações e reformas, sendo sua última grande reforma, concluída no final do ano de 2013 pela atual administração.

A força do Sindicato Rural de Mineiros é tão grande, que dois ex-diretores já ocuparam cargos importantes na federação do Estado, a FAEG. Além de Leonardo Vilela que já foi vice-presidente, José Mário Scherer também foi vice-presidente por duas vezes e é o atual presidente licenciado da federação. Motivo de orgulho para o povo mineirense.

As parcerias feitas pelo Sindicato Rural também trouxeram mudanças para Mineiros, como o convênio com o SENAR, que através dos cursos oferecidos, já capacitou inúmeras pessoas para o mercado de trabalho, principalmente na zona rural. Dessa forma, o agronegócio local se sobressai com uma mão de obra qualificada. Mais empregos para a população é mais dinheiro na economia de Mineiros.

O Sindicato Rural de Mineiros também participou de várias lutas pelo povo mineirense e pelo agronegócio, entre elas a organização da classe produtora na reivindicação de seus direitos na Constituinte de 1988.

Muitos bravos homens passaram por esse importante cargo que fez com que o Sindicato Rural de Mineiros crescesse e se tornasse hoje um dos maiores do Estado, tendo nosso município e região como um dos grandes expoentes do agronegócio de Goiás.

EXPOMINEIROS, A HISTÓRIA

Ainda com o nome de Exposição Regional Agropecuária e Industrial de Mineiros, a Expo Mineiros nasceu em 1969, quando o Sindicato Rural e Prefeitura de Mineiros uniram-se para projetar o evento. Já na primeira exposição, a construção do Parque Pecuário, o Parque de Exposições, era citado como “o mais perfeito e mais funcional Parque de Exposições do interior de Goiás e do leste de Mato Grosso”. Formada por Dr. Sebastião Martins de Aquino, Deputado José de Assis, Prefeito Antônio Paniago, Antônio Ferreira Vilela, Homero Brandão de Castro, Aristides Clarimundo de Resende, Adelino Mendonça, João Caetano de Morais, José Godofredo de Carvalho e José Dib, a comissão organizadora conseguiu, já no lançamento, expor 710 bovinos e 26 suínos, um número recorde em Goiás na época, perdendo apenas para a capital, Goiânia. Produzindo cerca de 90% das riquezas do município, o agronegócio é a força de Mineiros e, com base na sua organização e hombridade, o Sindicato Rural ficou com a responsabilidade de organizar a exposição desde o início.

A FORÇA DA EXPOMINEIROS

Mineiros ficou alguns anos sem Exposição Agropecuária e isso afetou muito a economia local e, de certa forma, o prestígio da cidade. Hoje, a Expo Mineiros cresceu tanto e se tornou a potência que é, graças ao Sindicato Rural. A importância da exposição agropecuária é muito maior do que festa e animação para a cidade. Ela se transforma em dividendos.

Com a feira, o agronegócio tem mostrado o que há de mais moderno em maquinários e implementos para agricultura local, tem o julgamento de gado nelore como o primeiro no âmbito regional, o que contribuiu muito para a melhoria da qualidade do gado da região. Na administração de Fábio Carvalho, o julgamento foi elevado para o nível nacional, o que revolucionou a exposição trazendo os maiores criadores da raça nelore para Mineiros, fazendo com que o nome da cidade seja referência para o gado nelore nas melhores exposições do país. A Expo Mineiros é ranqueada, ou seja, conta pontos para os rankings regional e nacional do nelore AGN e ACNB.

E se a exposição chegou ao padrão atual não podemos deixar de mencionar que a administração que resgatou essa verdadeira paixão mineirense, foi a de Azarias Resende. Desde então, é alta a expectativa para a Expo Mineiros todos os anos. A Exposição Agropecuária e Industrial chega à sua 35ª edição de maneira consolidada e sendo uma referência para o setor. O publico esperado para esse ano é de 80 mil pessoas, superando as mais de 60 mil do ano anterior.

A exposição vem ao encontro do processo de industrialização de Mineiros e região e conta com a participação ativa de todas as indústrias do município. É uma verdadeira vitrine de lançamento de tecnologias em máquinas e insumos agrícolas, gerando inúmeras oportunidades para os produtores. Em 2010, a Expo Mineiros foi eleita a melhor exposição do interior de Goiás.

 

DIRETORIA DE FUNDAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO RURAL DE MINEIROS

Período de Junho de 1963 a janeiro de 1964

Presidente – Roldão Ernesto de Resende
Vice Presidente – Moises Lopez de Carvalho Filho
Primeiro Secretario – Afonso Jose Carrijo
Segundo Secretario – David Beraldo da Silva
Primeiro Tesoureiro – Manoel Ribeiro Vilela
Segundo Tesoureiro – Antonio Paniago Vilela

Conselho Fiscal
Antônio Paniago
Eurico Luciano
Homero Brandão de castro

Suplentes
Joaquim Alves de Souza
Pedro Martins de Almeida
Averaldo Fernandes Barbosa

DIRETORIA TRIÊNIO 1964 A 1967 É 1968 A 1970

Presidente - Jose de Carvalho Vilela
Vice - presidente - Joaquim Alves de Souza
Primeiro Secretário – Afonso Jose carrijo
Segundo Secretário – David Beraldo da silva
Primeiro Tesoureiro – Antonio Paniago
Segundo Tesoureiro – João Caetano de Moraes

Conselho Fiscal
Demofilo de Carvalho
Moises Lopes de cavalho
Fristides Luciano

Suplentes
Antonio Paniago Vilela
Alcides Clarimundo de Resende
Elias Ernesto de Resende

DIRETORIA TRIÊNIO 1971 A 1973

Diretoria Efetiva
Roldão Ernesto De Rezende
Homero Brandão De Castro
Antonio Paniago

Suplentes
Aristides Clarimundo de Rezende
Mario Martins De Oliveira
Luiz Antonio Luciano
Conselho Fiscal
Afonso Jose Carrijo
Antonio Paniago Vilela
Urbano Clarimundo De Rezende

Suplentes
Miguel Costa Lima
Hildebrando Cruvinel
Joaquim Alves De Souza

Delegados Representantes Junto a FAEG
Jose Feliciano De Moraes
Jose De Carvalho Vilela

Suplentes
Demófilo De Carvalho
Celso Alves Irineu

DIRETORIA TRIÊNIO 1974 A 1976

Diretoria Efetiva
Celso Alves Irineu
Antonio Paniago
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Joaquim Alves de Souza
Luiz Antonio Luciano
Mario Martins de Oliveira

Conselho Fiscal
Afonso José Carrijo
Antonio Paniago Vilela
Urbano Clarimundo de Resende

Suplentes
Miguel da Costa Lima
Luiz Alcides de Oliveira
Elias Ernesto de Rezende

Delegados Representantes Junto a FAEG
Celso Alves Irineu
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Juracy Pereira Martins
José Martins Neto

DIRETORIA TRIÊNIO 1977 A 1979

Diretoria Efetiva
Aureliano Rodrigues Simões
Joaquim Alves de Souza
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Celso Alves Irineu
Luiz Antonio Luciano
Mário Martins de Oliveira

Conselho Fiscal
Miguel Costa lima
Antonio Paniago Vilela
Urbano Clarimundo de Rezende

Suplentes
Juracy Pereira Martins
Luiz Alcides de Oliveira
Elias Ernesto de Rezende

Delegados Representantes Junto a FAEG
Aureliano Rodrigues Simão
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Afonso José Carrijo
Antonio Paniago

DIRETORIA TRIÊNIO 1980 A 1982

DIRETORIA EFETIVA
João Batista Paniago Vilela
Joaquim Alves de Souza
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Homero Brandão de Castro
Luiz Antonio Luciano
Mario Martins de oliveira

CONSELHO FISCAL
Miguel da Costa Lima
Antonio Paniago Vilela
Urbano Clarimundo de Rezende

Suplentes
Juracy Pereira Martins
Celso Alves Irineu
Elias Ernesto de Rezende
Delegados Representantes Junto a FAEG
João Batista Paniago Vilela
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Aureliano Rodrigues Simão
Antônio Paniago

DIRETORIA TRIÊNIO 1983 A 1985

Diretoria Efetiva
José de Resende
Higino Piacentini
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Homero Brandão de Castro
Luiz Antonio Luciano
Mario Martins de Oliveira

CONSELHO FISCAL
Celso Alves Irineu
Antonio Paniago Vilela
Juracy Alves Irineu

Suplentes
Miguel Costa Lima
Urbano Clarimundo de Rezende
Elias Ernesto de Rezende

Delegados Representantes Junto a FAEG
Jose de Rezende
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Aureliano Rodrigues Simão
Joaquim Alves de Souza

DIRETORIA TRIÊNIO 1986 A 1988

Diretoria Efetiva
Jairo de Oliveira Rezende
Altomar Rezende Vilela
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Hilton da Costa Lima
Laudino João Ferrari
Carlos Marciano de Oliveira

CONSELHO FISCAL
Valdir Borges Carrijo
Roldão Ernesto de Rezende
Almiro Alves Pereira

Suplentes
Valdomiro de Oliveira Jacoby
Mario Martins de Oliveira
Celso Alves Irineu

Delegados Representantes Junto a FAEG
Jairo de Oliveira Rezende
José de Rezende

Suplentes
Aureliano Rodrigues Simão
Luiz Antônio Luciano

DIRETORIA TRIÊNIO 1989 A 1991

DIRETORIA EFETIVA
Jose de Rezende
Walter Tobias dos Reis
Aristides Clarimundo de Rezende

Suplentes
Altomar Rezende Vilela
Afonso José Carrijo
Carlos Marciano de Oliveira

CONSELHO FISCAL
Celso Alves Irineu
Homero Brandão de Castro
Roque Vieira de Freitas

Suplentes
Valdomiro de Oliveira Jacoby
Mário Martins de Oliveira
Almiro Alves Pereira

Delegados Representantes Junto a FAEG
José de Rezende
Jairo de Oliveira Rezende

Suplentes
Luiz Antônio Luciano
Aureliano Rodrigues Simão

DIRETORIA TRIÊNIO 1992 A 1994

Diretoria Efetiva
Leonardo Moura Vilela
Júlio Cesar Vilela Carrijo
Almiro Alves Pereira

Suplentes
Godofredo Carvalho de Castro
Eliezer Teixeira Filho
Nilson José de Rezende

Conselho Fiscal
Antônio de Oliveira Mendonça
Evaristo Trentim
Nelson Pereira Pinto

Suplentes
Adjaime Rodrigues dos Anjos
Mandas Manuel de Rezende
Juracy Pereira Martins

Delegados Representantes Junto a FAEG
Leonardo Moura Vilela
Milton Fries

Suplentes
Nilton Ovídio de Rezende
Francisco Assis Sousa

DIRETORIA TRIÊNIO 1995 A 1997

DIRETORIA EFETIVA
Walter Tobias dos Reis
Júlio César Vilela Carrijo
Azarias José de Rezende

Suplentes
Sergio Santos Carvalho
João Bosco Carvalho Martins
Aureliano Rodrigues Simão

CONSELHO FISCAL
Valdomiro de Oliveira Jacoby
Almiro Alves Pereira
Godofredo Carvalho

Suplentes
Afrânio Resende Carvalho
Dercídio Goulart de Souza
Antonio Jose de Carvalho

Delegados Representantes Junto a FAEG
Leonardo Moura vilela
José de Resende

Suplentes
Milton Fries
Evaristo Trentin

DIRETORIA TRIÊNIO 1998 A 2000

Diretoria Efetiva
Azarias José de Rezende
Valdomiro de Oliveira Jacoby
Afrânio de Rezende Carvalho

Suplentes
Augusto de Oliveira Carvalho
Altomar Rezende Vilela
Nelvo Fries

Conselho Fiscal
Jose Mathias Michels
Antonio Alberto Breitenbach
Ariomar Rezende Vilela

Suplentes
Waldeir Vilela Machado
Enaldo Carrijo de Rezende
Oldon Martins Carrijo

Delegados Representantes Junto a FAEG
José Mario Schreiner
Leonardo Moura vilela

Suplentes
José de Rezende
Álvaro Machado Resende

DIRETORIA TRIÊNIO 2001 A 2003

Diretoria Efetiva
Azarias José de Rezende
Valdomiro de Oliveira Jacoby
Afrânio de Rezende Carvalho

Suplentes
Elias de Oliveira
Afonso de Oliveira Carvalho
Nivaldo Olicio de Rezende

Conselho Fiscal
Julio César Vilela Carrijo
Jairo  de Oliveira Rezende
Higino Piacentini

Suplentes
Tais Soares Mendonça
Ivo Bogenhagem
Pedro Carlos Rodrigues

Delegados Representantes Junto a FAEG
Azarias José de Rezende
Milton Fries

Suplentes
Alcir Martins Araujo
Delso Carafini

DIRETORIA TRIÊNIO 2004 A 2006

DIRETORIA EFETIVA
Júlio Cesar Vilela Carrijo
Elias de Oliveira
Elmo Assis Sousa

Suplentes
João Pedro Michels
Afonso Oliveira Carvalho
Antonio Paulo de carvalho

Conselho Fiscal
Fernando Carvalho Mendonça
Ivo Bogenhagem
João Batista Campos

Suplentes
Lailson Vilela de Sousa
Fábio Rezende  Carvalho
Milton Resende Oliveira

DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO A FAEG
Azarias Jose de Rezende
Lúcio Ângelo Palharini

Suplentes
Aureo Joaquim Filho
Delso Carafini

DIRETORIA TRIÊNIO 2007 A 2009

Diretoria Efetiva
Presidente – Fábio Rezende de Carvalho
1º Vice Presidente – Alberto de Oliveira Carvalho
2º Vice Presidente – Walter Tobias dos Reis
1º Secretario – Luiz Henrique Rezende Peixoto
2º Secretario – Everton Trentim
1º Tesoureiro – Elmo Assis Sousa
2º Tesoureiro – João Pedro Michels

CONSELHO FISCAL
Delso Carafini
Ivo Bogenhagem
João Batista Campos

Suplentes
José de Rezende
Roque Vieira de Freitas
José Resende Cruvinel Junior

Delegados Representantes Junto a FAEG
Fábio Resende Carvalho
Elmo Assis

Suplentes
Jairo de Oliveira Resende
Azarias José de rezende

DIRETORIA TRIÊNIO 2010 A 2012

Diretoria Efetiva
Presidente – Alberto de Oliveira Carvalho
1º Vice Presidente – Fernando Carvalho Mendonça
2º Vice Presidente – Jairo Oliveira Rezende
1º Secretario – Walter Tobias dos Reis
2º Secretario – José Humberto Vilela
1º Tesoureiro – Elmo Assis Sousa
2º Tesoureiro – João Pedro Michels

CONSELHO FISCAL
Delso Carafini
Ionaldo Moraes Vilela
João Batista Campos

Suplentes
Antonio Paulo Carvalho
José Resende Cruvinel Junior
Ivo Bolgenhagem

Delegados Representantes Junto a FAEG
Alberto de Oliveira Carvalho
Jose Mario Schreiner

Suplentes
Azarias José de Rezende
Laison Vasques de Sousa

DIRETORIA TRIÊNIO 2013 A 2015

Diretoria Efetiva
Presidente – Fernando Carvalho Mendonça
1º Vice Presidente – Antônio Paulo Carvalho
2º Vice Presidente – Rafael Hiago Xavier da Fonseca
1º Secretario – Milton Luiz de Souza
2º Secretario – Menon de Oliveira Carvalho
1º Tesoureiro – Ionaldo Morais Vilela
2º Tesoureiro – Wamilton Resende Souza

CONSELHO FISCAL
Deoclecio Ramos de Barros
Delson Carafine
João Batista Campos

Suplentes
Danilo Vilela Oliveira
José Resende Cruvinel Junior
Afonso de Oliveira Carvalho

Delegados Representantes Junto a FAEG
Alberto de Oliveira Carvalho
Jose Mario Schreiner

Suplentes
Lailson Vasques de Souza
Fabio Resende de Carvalho